Pantera Negra | Filme | Crítica

Olá! Hoje vamos falar desse tiro chamado Pantera Negra. Trailer?

Vou tentar muito evitar os spoilers, já que o filme tem pouco tempo de estréia, mas pooode ser que passe alguma coisa.

Vamo lá que essa sinopse vai ser complicadíssima. Nosso protagonista é TChalla (hadwick Boseman), príncipe de Wakanda. Wakanda é um país na África cuja tecnologia se desenvolveu assustadoramente graças ao metal Vibranium, vindo do espaço há muito tempo. Mas eles escondem sua tecnologia para permanecer livres de ataques e guerras. O pai de TChalla morre e ele precisa voltar a Wakanda para ser coroado rei. Tem toda uma cerimônia sobre a qual falarei mais tarde. Mas a paz de Wakanda é ameaçada quando Ulysses Klaue (Andy  Serkis) rouba um artefato de Vibranium e aparece um outro personagem que acho que é spoiler.

Eu nem sei por onde começar a falar que esse filme é incrível. Vamos de personagens. Todos e todas as protagonistas são incríveis. Temos a Shuri (Laetitia Wright), princesa de Wakanda, que é a tecgirl. Mas ao contrário da maioria das representações de tec people ela tem uma personalidade divertida, carismática e questiona os padrões de forma leve e natural. Basicamente minha personagem preferida da vida. Maravilhosa. Tem também Okoye (Danai Gurira), chefe da guarda. Ela é uma mulher forte, interessante, guerreira e que está bem certa de suas convições e prioridades. Nakia (Lupita Nyong’o) é o tipo de personagem que precisava do próprio filme. Embora ela não tenha lá as melhores falas do mundo, é uma espiã e sem ela muita coisa no filme não teria acontecido. É ela que tem os contatos, desenvolve os planos e faz as coisas acontecerem. Os vilões também são complexos e não deixam a desejar. Eles tem personalidades interessantes e planos de fundo sólidos.

Uma coisa que faz cair de certa forma a qualidade é o roteiro. Eu particularmente entrei na história com tudo e ela me pegou. Fiquei chocada quando era pra ficar. Fiquei ansiosa, me desesperei, fiquei feliz… A coisa toda. Mas ouvi de várias pessoas diferentes que o roteiro é bem previsível.

Sobre a parte estética: Que coisa. É tudo muito incrível. As roupas são maravilhosas. Tem várias tribos em Wakanda, e dá pra ver claramente pelas roupas qual é qual, sem ficar caricato. Fora isso, a fotografia é bem legal. Tem umas cenas muito plásticas e que chamam bastante atenção – infelizmente uma raridade em filmes de super-heróis.

Outro grande destaque vai pra trilha sonora. Socorro. Toda ela tem traços africanos muito nítidos e é totalmente diferente do que estamos acostumados. Teve uma música específica que eu achei meio copa do mundo (desculpa) mas depois passou e foi incrível.

 

Comente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s